quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Hora de Adoração

O bem-aventurado Tiago Alberione "aprendeu a transformar tudo em objeto de oração ao Mestre Divino: para adorar,agradecer, reparar, pedir" (AD 68) .

Hora de Adoração
inspirada nos ensinamentos do Venerável Francisco Chiesa
(livro: “Per visitare Gesù in Sacramento”, Alba, 1929, PP.97-103).

Introdução
“Saltério Tetracorde, ou seja, método dos quatro fins”
Tendo-nos colocado na presença de Jesus Eucarístico, é necessário que entremos em íntima comunicação com Ele. Nisto está o centro da Visita ao Santíssimo Sacramento. Vamos a Ele para agradecer-lhe pela Visita que nos fez através da Comunhão, na Santa Missa.


 
O livro das quatro cores
“Conta-se que um soldado, indo à Igreja, permanecia muito tempo com os olhos fixos sobre um estranho livreto, sem palavras, que tinha apenas quatro páginas em diversas cores: amarelo, branco, vermelho e verde.
Interrogado sobre o que fazia, respondeu: Eu quase perdi a vista, mas neste livro leio ainda.
Na página de ouro contemplo a majestade de Deus e o adoro; na branca vejo os benefícios recebidos de Deus e o agradeço; a vermelha, com sua cor de sangue, me mostra o efeito do perdão de minhas culpas; finalmente o verde, que é símbolo de esperança, me dá coragem para pedir a Deus todas as graças das quais tenho necessidade, na confiança que Jesus misericordioso me ouvirá.
Nestas quatro cores estão exatamente expressos os quatro fins da Visita ou, se se quer, as quatro cordas da cítara com a qual a pessoa canta os louvores de Deus na sua visita eucarística”.

Canto para a introdução: Eu sei, eu sei, eu sei em quem acreditei. (2Tm 1,12)
Oração
Creio, meu Deus, que estou diante de Ti./ Que me vês e escuta as minhas orações.
Tu és tão grande e tão santo: eu te adoro./ Tu me deste tudo: eu te agradeço.
Tu foste tanto ofendido por mim:/ eu te peço perdão de todo o coração.
Tu és tão misericordioso: eu te peço todas as graças/ que sabes serem necessárias para mim.

Canto: Toda língua proclame Jesus Cristo é Senhor,Para a glória de Deus Pai (Fl 2,11)

Primeiro fim: Adoração
“A primeira página do livro: a página de ouro.
É aquela que inspira no coração o sentimento de adoração. Os caminhos que podem conduzir a pessoa a este sentimento são inúmeros. Todos os atributos de Deus servem magnificamente: a sua infinitude, majestade, onipotência, sabedoria, imensidão, eternidade; a sua infinita beleza, bondade, amor, misericórdia. (....) Pensando calmamente em todas estas coisas, não é fácil conceber um sentimento de alta admiração pela grandeza de Deus e de humilde aniquilamento pela nossa baixeza? E então com viva fé e devoção a pessoa se prostra para adorar que Deus que está realmente presente na Sagrada Eucaristia”.
Canto: A Palavra está perto de ti, em tua boca, em teu coração (Rm 10,8)
Leitura: Jo 2,1-11 (ou outro texto à escolha)
Para refletir: Quais atributos de Jesus descobrimos neste texto? Como se dão as relações de Jesus com a sociedade, com a Mãe, com os noivos?
Em silêncio contemplar a página dourada e adorar Jesus nos seus atributos
Cântico – Col 1,3;12-20
Oração : Tu és tão grande e tão santo: eu te adoro.

Segundo fim: Agradecimento
“A segunda página do livro: a página branca.
O branco, que contém todas as cores da luz solar, representa o complexo dos benefícios que nos vêm de Deus.
Também aqui se podem considerar os vários principais benefícios de ordem natural: a criação, a conservação , a providência de Deus, que sustenta e provê a todas as criaturas com os meios necessários à sua existência e aperfeiçoamento.
Muito maiores ainda são os benefícios sobrenaturais da Redenção, da vocação à fé, do ensino da doutrina, dos Sacramentos.
Ou então podemos considerar particularmente um ou outro benefício. Por exemplo: a conversão, a leitura de um livro, uma confissão bem feita, a Eucaristia recebida neste dia.
Motivadas por tais considerações, com afeto agradecer a Jesus tantos benefícios que a sua bondade nos cumulou”.
Pensemos, retomando o Evangelho, em toda água transformada em vinho na nossa vida, comunidade, no mundo.
Oração de agradecimento em silêncio (contemplando a página branca)
Cântico: Ef 1,3-10
Oração : Tu me deste tudo: eu te agradeço.
Canto: Por tudo dai graças, por tudo dai graças (1 Ts 5,18)
Por tudo daí graças, daí graças!

Terceiro fim: Arrependimento
“A terceira página: a página vermelha
É aquela que recorda os pecados cometidos. Recordar não só os pecados, mas os motivos ou causa dos mesmos. “Fazei tudo o que ele vos disser”. Como vivemos este conselho de Maria?
- Exame e oração em silêncio (contemplando a folha vermelha)
- Oração: Tu foste tanto ofendido por mim: eu te peço perdão de todo o coração.
- Canto: Tudo posso naquele que me dá força. (Fl 4,15)

Quarto fim: Súplica
“A quarta página: a página verde.
É a página da esperança de obter as graças necessárias para a nossa salvação. O Ven. Francisco Chiesa indica como meta do desenvolvimento da vida justamente a meta traçada por Gl 4, 19:
“Quando Jesus puder respirar em nós livremente, quando bater regularmente em nós o pulsar do seu coração, e nós formos convenientemente alimentados com o Pão da vida, o que ainda faltará? Faltará Jesus não somente viver em nós, mas ainda crescer e se desenvolver dia a dia, até à sua completa formação: donec formetur Christus in vobis. Oh! felizes aqueles que podem ter uma sorte tão grande! "
A pessoa se lança com fé nos braços do seu Salvador e sente toda a alegria e a confiança de ser livre e salva, e de poder triunfar com Ele, como aconteceu com os noivos em Caná.
- Leitura Ef 1,13-21
- Oração silenciosa ( contemplando a página verde)
- Oração: Tu és tão misericordioso: eu te peço todas as graças que sabes serem necessárias para mim.
- Pedidos espontâneos
- Canto: (2Tm 1,12)
Eu sei, eu sei, eu sei em quem acreditei. Eu sei, eu sei em quem acreditei.

Um comentário:

Tiago Oliveira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.